< FILTROS
Marca
Categorias

BOLO DE CHURROS

ALFAJOR

BOMBONS ARTESANAIS

BOLO MACARONS

BOLO GOURMET

BOMBONS FINOS

NAKED CAKE

NAKED CAKE PARA ANIVERSÁRIO

NAKED CAKE INFANTIL

OVOS DE PÁSCOA DE COLHER

BOLO RED VELVET

BEM CASADOS

BEM BATIZADO+BEM CRISMANDO

BEM FORMANDOS

BEM VIVIDOS

BEM CASADO PARA CASAMENTO

Outros
Aplicar Filtros APLICAR FILTROS
Filtros FILTROS

A história dos Macarons: de simples biscoitos a famosos docinhos!

 

19

 

2

 

1

 

Macarons é um docinho conhecido por sua massa de amêndoas e pela sua dificuldade de ficarem perfeitos. (São pouquíssimos aqueles que conseguem fazer uma fornada de macarons sem que eles não estourem, ou fiquem crus, ou tortos.).

Apesar de só agora estarem fazendo sucesso pelas ruas do Brasil, esse docinho já é feito há vários séculos.

Apesar da maioria das pessoas acreditarem que o doce tem sua origem na França, diz a lenda que os macarons tiveram sua primeira aparição na Itália no século XVI, mas eles eram confeccionados sem recheio apenas como bolacha.

Ele chegou à França em 1533 quando os chefes italianos de Catherine de Médici levaram a receita para o seu casamento com Henry II.

Depois no século XVII os macarons ficaram por conta das Carmelitas que seguiam o ideal que “Amêndoas são boas para as jovens que não comem carne”.

Já na Revolução Francesa, eles voltam a aparecem com duas freiras, que, depois de perderem seu convento passam a morar com uma família que gentilmente as acolhe.

Como forma de agradecimento elas desenvolvem a receita dos biscoitos de amêndoas que ao fazerem um enorme sucesso passam a ser conhecidas Souers Macaron (Irmãs Macaron).

As Irmãs Macaron faziam questão de guardar a receita em segredo, portando ninguém além das duas sabiam, após a morte delas muitos tentam descobrir qual a fórmula secreta dos biscoitos (Quase a mesmo história do Hambúrguer de Siri).

Até que só no século XX, Pierre Desfontaines, desvendou o segredo! E por questões burocráticas de direitos autorais, para conseguir vender o produto, ele resolve mexer um pouquinho na receita original colocando recheio no meio de dois biscoitinhos.

Pierre então fundou a famosa pâtisserie Parisiense, a Ladurée, e foi nela que ex-biscoito e atual docinho virou febre mundial.

Mas mesmo considerados os melhores fabricante de Macarons do mundo eles admitem: é necessário ter mãos de artesão, paciência de monge e disciplina militar, porque se trata de um doce “temperamental”. (O problema não é comigo UHULLL!)

Ladurée transformou Macarons em tradição Parisiense! Comer um Macaron da Ladurée em Paris é tão importante quando comer Croissant na frente da Tiffany em Nova Iorque.

Para vocês terem uma ideia, eles são tão importante por lá que existe um Museu de Macarons na cidade de Montmorillon, o “Musée de l’Amande et du Macaron”. Macaron lá é tipo brigadeiro por aqui, indispensável! hahahah.

VER MAIS RESULTADOS